Sintomas e Diagnóstico Precoce do Câncer de Mama

O câncer de mama, no início, geralmente, não apresenta sintomas. Mas alguns pequenos detalhes podem atrair a atenção. A sensibilidade para prestar atenção nestes detalhes pode ser decisiva para conseguir vencer o câncer. Estou aqui hoje para falar sobre os sinais que o corpo dá, que podem ser indícios de câncer de mama.

 

A prevenção e o diagnóstico precoce

O câncer de mama mata muitas mulheres todos os anos, no Brasil e no mundo. Mas isso só acontece porque a população em geral acaba relaxando na realização das medidas preventivas que podem levar a um diagnóstico precoce.

O ideal é que a mamografia seja realizada anualmente a partir dos 40 anos de idade. Para mulheres que têm histórico de câncer na família, a recomendação é realizar anualmente cerca de dez anos antes, ou seja, a partir dos 30. Ou na mesma faixa etária que a familiar tinha quando foi detectado o câncer.

Para as mulheres que ainda não atingiram estas idades, a realização do autoexame é imprescindível para detectar quaisquer alterações. Toda mulher pode e deve conhecer bem o seu corpo pois assim será capaz de notar as alterações que são consideradas perigosas.

 

O perigo de não prestar atenção nos detalhes

Como o câncer não apresenta sintomas, acaba dificultando e por muitas vezes retardando o diagnóstico. A maioria das mulheres não percebe nenhum sinal que considere preocupante e então a vida segue. O câncer de mama pode ser descoberto e diagnosticado através de exames como ultrassom, ressonância magnética e mamografia.

 

Os sinais que o corpo dá

Infelizmente quando os sinais mais claros aparecem, normalmente é porque o tumor já alcançou um tamanho de mais de 1 centímetro. É necessário que as mulheres tenham a consciência de que existem sintomas físicos sim.

As seguintes alterações físicas desenvolvidas nas mamas são consideradas indícios de câncer:

  • Presença de um nódulo ou caroço localizado nos seios ou na axila. Estes caroços podem doer, ou não, podem ser irregulares e consistentes ou até macios e de forma arredondada e definida.
  • Dores nos mamilos.
  • Inversão do mamilo, quando o mamilo se volta para dentro do seio.
  • Presença de alguma secreção expelida pelo mamilo, com ou sem a presença de sangue.
  • Presença de irregularidades na pele das mamas, rugas ou aspecto de casca de laranja.
  • Irritação ou retração da pele das mamas.
  • Inchaço incomum e irregular em parte da mama, com vermelhidão ou coceira.
  • Vermelhidão, seguida ou não de descamação da pele do mamilo ou da mama.
  • Ulcerações na pele da mama, com odor forte e desagradável (isso acontece nos casos mais adiantados).

Caso você minha leitora perceba alguma ou mais de uma destas alterações nas suas mamas, procure seu médico. Peça a ele que avalie seu caso e peça os exames que podem identificar se existe um tumor ou não.  O médico saberá identificar se os seus sintomas são exatamente indícios de câncer de mama.

 

Não se desespere

Achou um caroço na sua mama? Calma, pois isso não significa exatamente que você tem câncer. Muitos nódulos da mama são benignos, pode também ser um cisto, e não quer dizer que tenha câncer.

Caso as suspeitas se confirmem, o quanto mais cedo isso acontecer, melhor. Quanto mais rápido iniciar o tratamento, maiores são as chances de cura. Um câncer de mama que é descoberto e tratado no seu início, tem até 95% de chance de cura.

Dra. Alessandra Morelle