câncer no colo do útero

Sinais de câncer no colo do útero

Há muitas mulheres que não imaginam que possam estar vulneráveis ao câncer no colo do útero.

câncer no colo do útero

Há muitos números a respeito desse câncer no Brasil: apenas segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), entre 2016 e 2017 tivemos 16.340 novos casos de câncer no colo do útero no país. Você pode se informar a respeito dos números neste link do Instituto Oncoguia.

O câncer no colo do útero também pode ser chamado de câncer cervical. Trata-se de um tumor maligno que possui evolução silenciosa e lentaPor esse motivo, precisamos ter atenção redobrada para observar esta doença.

Como ocorre a Infecção do Câncer no colo do útero

A principal causa para o câncer provém da infecção do vírus HPV, DST (Doença Sexualmente Transmissível) conhecida e facilmente contagiosa.

Eu já escrevi a respeito do HPV e dos cânceres provenientes dele. Você pode ler aqui.

E nem preciso lembrar que é mais um motivo da importância de estar em dia com a prevenção usando camisinha, não é mesmo?

O diagnóstico do câncer no colo do útero

Há casos que são observados tardiamente, quando já estão muito desenvolvidos. Porém, na maioria das vezes, é possível identificar o câncer no colo do útero durante o exame do Papanicolau – também chamado de exame preventivo.

O diagnóstico do exame preventivo quando feito cedo, detecta as alterações no colo antes do desenvolvimento do câncer. Isso possibilita a cura de maneira tranquila e sem passar por grandes dificuldades.

Porém, além de marcar um exame preventivo para analisar seu caso, você também pode ficar de olho no seu corpo. Mesmo não existindo muitos sintomas físicos para o câncer no colo do útero, às vezes alguns sinais podem aparecer, como iremos elucidar no próximo tópico.

Quais são os sinais para observar no meu corpo?

  • Sangramentos vaginais inesperados fora do ciclo;
  • Corrimentos vaginais com odores fortes ou colorações alteradas. Quando o câncer se desenvolve, as células da parede do útero podem desfazer-se produzindo corrimentos abundantes;
  • Dores constantes no abdômen ou na região pélvica, principalmente nas idas ao banheiro ou em relações sexuais;
  • Dores contínuas no corpo, principalmente nas pernas, quadris ou costas. O inchaço no colo do útero pode comprimir os vasos sanguíneos, dificultando a irrigação nestas áreas;
  • Problemas urinários como vontade de urinar mais vezes que o normal, assim como dor ao urinar ou até mesmo infecção urinária;
  • Perda de peso de maneira estranha ao corpo, assim como falta de apetite. O inchaço do colo do útero pode comprimir o estômago e causar essas alterações;
  • Verrugas, que são sintomas de HPV, a porta para um possível câncer no colo do útero.

Caso você perceba alguma alteração ou várias, procure imediatamente um ginecologista para observar junto a um profissional.

Nosso corpo precisa de uma observação amorosa! 

Ela pode ser eficaz quando se trata do desenvolvimento desenfreado de alguma doença. Por isso, cuide-se! Observe seu corpo!

Para outros cuidados que necessitam um profissional, procure ajuda com quem entende do assunto.

Espero ter sido útil para você nessa leitura! Até a próxima!

Drª Alessandra Morelle