• Post author:

O dia 8 de março foi a data instituída pela ONU, em 1975, para reivindicar melhores condições de subsistência às mulheres de todo o mundo. Passados quase 50 anos de sua criação, a celebração pelas vidas femininas conquistou melhorias sociais, políticas, econômicas e, principalmente, para a saúde. Nesta batalha pelo bem-estar e empoderamento das mulheres, o câncer de mama surge como peça central, já que representa a primeira causa de morte por câncer na população feminina brasileira, com 14,23 óbitos a cada 100 mil mulheres, segundo dados do INCA datados em 2019.

Para fortalecer esta rede de proteção, cada mulher é capaz de preservar sua saúde com alguns cuidados básicos que incrementam a qualidade de vida e podem ser potencializadores de longevidade. Veja quais são eles:

1. Alimentação saudável

Esta é uma recomendação universal que deve ganhar ainda mais atenção na rotina feminina. Com o passar dos anos, as mulheres naturalmente acumulam maiores percentuais de gordura abdominal, fator que propicia aumento dos níveis de colesterol. No entanto, não se trata de fazer dietas restritivas e, sim, de garantir uma nutrição balanceada, repleta de verduras, frutas e alimentos nutritivos.

2. Atividades físicas

Não é preciso um esforço enorme para manter o corpo em movimento. Segundo a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), praticar 30 minutos diários de atividade moderada, por 5 vezes na semana, já é o suficiente. Assim, é possível ficar longe do sedentarismo e deixar o corpo mais saudável.

3. Exames periódicos e visitas ao médico

Visitar o médico ginecologista e realizar exames anuais, como mamografia e Papanicolau, é indispensável para diagnosticar doenças de forma precoce e receber as orientações corretas. Com o avanço da idade, do histórico familiar e de outros fatores de risco, a frequência dos exames pode ser maior.

4. Saúde mental

A saúde da mulher vai além do físico, também tem origem na mente, especialmente quando existem problemas psicológicos. Quadros como depressão, ansiedade e estresse têm que ser tratados corretamente para garantir uma saúde plena.

7. Previna-se contra doenças

A atenção às doenças inicia junto da vida sexualmente ativa da mulher. Para isso, o uso de preservativo ainda é o método mais eficaz para prevenir, além de gestações indesejadas, infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Com a maturidade, a prevenção a outras doenças passa a ser parte da rotina, em especial, o câncer de mama. Os cuidados com este tipo de câncer em específico pode ser feito em casa, com o autoexame, apalpando as mamas, com exames médicos e mamografias.

O empoderamento da mulher e seu bem-estar passam por um ambiente onde a saúde tem prioridade e o autocuidado é parte de uma rotina de amor, o ano todo!