• Post Author:

Antes mesmo do coronavírus chegar no Brasil, dados da Organização Mundial da Saúde já mostravam que o país é o local onde há a maior número de pessoas ansiosas no mundo. Com o isolamento social, as mudanças impostas pela pandemia e o cenário de incertezas, lidar com esse sentimento se tornou ainda mais desafiador.

O confinamento pode prejudicar a saúde mental, dando espaço a sensações negativas, como o estresse e a insônia, por exemplo. Para evitar isso, é importante manter contato com pessoas da sua confiança e que você tenha liberdade para dividir suas preocupações. Também, procure manter atividades que tragam paz e equilíbrio.

O mais importante é ficar atento às suas reações físicas e emocionais e praticar a auto-observação para perceber quaisquer alterações no sono, na alimentação, nas relações interpessoais e nas atividades rotineiras. Se notar mudanças importantes, contate seu médico. Mais do que nunca, é preciso manter a concentração naquilo que está dentro do seu controle e fazer o possível para se manter bem e saudável.

Para isso, aí vão algumas dicas:

1 – Mantenha uma rotina diária

Manter um circuito de atividades no seu dia a dia pode ser a chave para proteger sua organização mental. Determine horários para o trabalho, as pausas, as refeições, o lazer e o descanso, criando uma lógica para que seu cérebro se mantenha ocupado e entenda que, apesar das mudanças na rotina, existem tarefas que precisam ser feitas.

2 – Atenção para o excesso de informações

Durante a pandemia, é natural as pessoas estarem mais expostas a notícias. Mas é preciso ter cuidado, pois a alta absorção de conteúdo pode causar ansiedade. Se manter atualizado com conteúdo de qualidade e credibilidade é essencial neste momento, pois ajuda a afastar o medo do desconhecido. Mas evite o excesso de informações. Escolha no máximo dois momentos no dia, com duração de 30 minutos cada, para manter-se bem informado.

3 – Evite o isolamento emocional

É tão prazeroso estar perto de quem amamos! Então, que tal marcar encontros online ou fazer uma ligação? Uma boa conversa com pessoas queridas pode ajudar a nutrir bons sentimentos nos momentos difíceis e a reduzir o estresse. Palavras de carinho fazem toda diferença.

4 – Seu corpo, sua casa

Seu corpo é lugar onde você mora, precisa ser o seu templo e receber seu zelo. Respire fundo, faça refeições saudáveis, exercite-se regularmente e durma bem. Essas são dicas importantes para manter a saúde e o equilíbrio mental. Mas, além de cuidar no nosso lar, é preciso amá-lo. Nosso corpo nos permite existir, viver, desfrutar da vida. Para isso, você pode pôr em prática aqueles projetos antigos que ficaram na gaveta, arriscar novas atividades manuais ou intelectuais, encontrar novos prazeres. É hora de executar tudo que você nunca teve tempo de fazer para si mesmo.

O futuro pode parecer incerto agora. Mas, na verdade, ele sempre foi incerto. Nunca teremos controle sobre o que irá acontecer. O amor próprio, o autocuidado e o exercício do aqui e agora nunca foram tão essenciais. Desfrute da sua existência! Se deixe viver o hoje!